Postado por:

Covid-19 atrasa adesão de Moçambique ao Processo de Kimberley

O impacto da covid-19 também está a atrasar a adesão de Moçambique ao Processo de Kimberley, um mecanismo internacional de certificação de diamantes, criado para evitar a venda dos chamados “diamantes de sangue”, ilegalmente extraídos para financiar conflitos armados.

“Com o coronavírus, [o processo de adesão] está meio parado, mas vai se avançar com a velocidade necessária”, logo que as condições permitirem, referiu Adriano Sênvano, tendo sublinhado que os minérios mais procurados no país são o ouro, pedras preciosas e semipreciosas, materiais de construção e grafite.

A crise provocada pelo novo coronavírus também interrompeu um censo que as autoridades moçambicanas vinham realizando na mineração artesanal, para a identificação da extensão da exploração ilegal de minerais e seu impacto.

Disponível em https://noticias.sapo.mz/economia/artigos/covid-19-pedidos-de-licencas-mineiras-em-mocambique-baixaram

6 de Junho de 2020 pelas 18h13min

0

Deixar uma resposta