Pessoas cumprem as medidas de prevenção por temer punição e não por vontade, revela estudo

Postado por:

Um estudo feito por pesquisadores nacionais revela uma baixa proporção do uso de máscaras, para muitas pessoas o uso deste acessório está ligado à obrigatoriedade e não a percepção do risco, frases como: “quando chego ao trabalho tiro a máscara, uso quando estou fora para não arranjar problemas com a polícia, não consigo respirar com a máscara” e outras contribuem para a baixa adesão ao uso das máscaras de proteção o segundo estudo feito por pesquisadores em saúde pública no país.

O estudo foi observado em 8.761 pessoas e em 200 vendedores nos bairros de algumas cidades do país, onde 2000 pessoas tinham máscaras mal colocadas, cerca de 5000 sem máscaras e cerca de 2000 bem colocadas.

Acerca das medidas de confinamento dos agregados familiares, a pesquisa mostra que em 294 adultos 80 a 100% saem de casa para trabalhar e 40% das crianças saem de casa frequentemente. Em relação a mobilidade urbana o documento mostrou que 80% das pessoas da zona urbana trabalham num bairro diferente da residência e 70% da zona rural estudam num bairro diferente da residência, e acerca do relaxamento das medidas 50% dos pais deixariam os filhos retornarem a escola mediante ao reforço das medidas de prevenção.

(Tv Miramar, Fala Moçambique, 20h11)

0

Deixar uma resposta